Notícia

Nota de Repúdio

quinta, 18 de junho de 2020
ASCOAGRIN EMITE NOTA DE REPÚDIO CONTRA NOTÍCIA TENDENCIOSA

Publicação aconteceu no portal de noticias da NSC Total

 

Em virtude da veiculação de notícia, nesta quinta-feira, 18 de junho, pelo portal da NSC Total, com chamada de capa: “Saiba qual cidade de SC tem maior índice de letalidade por Covid-19”, e a respectiva matéria na seção de Saúde: “Dionísio Cerqueira tem maior índice de letalidade por Covid-19 em Santa Catarina”, a  Ascoagrin emitiu nota de repúdio à publicação, com o seguinte conteúdo:

A Diretoria da Associação Empresarial da Fronteira – Aacoagrin vem através desta, manifestar repúdio a matéria de capa do site de notícias NCS Total, com o título: “Dionísio Cerqueira tem maior índice de letalidade por Covid-19 em Santa Catarina – Cidade do Extremo Oeste registra taxa de 60% de letalidade”.

Os dados contidos na matéria são equivocados, pois na realidade ocorreu apenas uma morte confirmada por Covid-19 em Dionísio Cerqueira, e não três, como narra a matéria.

Tendenciosa, a matéria evidencia um número estatístico duvidoso, e sem apresentação de seu contexto, aparentemente para instigar ainda mais a sensação de pânico entre a população.

Se o redator da matéria tivesse atuado com o cuidado de contatar a Secretaria de Saúde do Município e verificado a veracidade dos dados, saberia que o único óbito em decorrência do Covid-19 em Dionísio Cerqueira foi o de um motorista de caminhão, que contraiu o vírus em uma viagem ao Nordeste e Centro-Oeste do Brasil.

Saberia também que a mulher de 73 anos, que veio a óbito na cidade de Xanxerê-SC, por complicações decorrentes de uma cirurgia cardíaca, testou positivo em exame realizado após a morte.

E, por fim, saberia também que a Secretaria de Saúde do Estado de Santa Catarina mantém na estatística de letalidade do Covid-19 em Dionísio Cerqueira, a morte de um menino de 13 anos, que entrou em óbito no município de Guarujá do Sul-SC, após sofrer um mal súbito enquanto brincava com os amigos.

Ele teve um resultado falso positivo no teste rápido, mas como era esperado, testou negativo no exame adequado realizado pelo LACEN.

Espanta-nos que um Grupo de Comunicação com tamanho alcance, e que noticia diariamente o escandaloso caso de corrupção no Governo de Santa Catarina, dentre outras coberturas de grande importância, não tenha questionado os elementos de informação, ou ao menos confirmado seus dados.

O sensacional esforço para produzir uma reportagem impactante compromete demasiadamente a credibilidade deste veículo de imprensa.

Acreditamos que notícias falaciosas, tendenciosas e/ou duvidosas podem ter tanto poder de destruição quanto o vírus, e são também prejudiciais à população, seja quanto a sua saúde emocional, seja quanto ao aspecto econômico.

Assim sendo, porquanto fortemente nociva ao município de Dionísio Cerqueira, e em nome e em defesa dos seus cidadãos, pela prevalência da verdade e da justiça, vem a Diretoria desta entidade exigir uma retratação dos termos apresentados pela matéria em questão.

Fonte: Luiz Carlos Gnoatto